2014/01/31

Curso de Sensibilização à Música



No próximo mês de Fevereiro, vai decorrer um Curso de Sensibilização à Música na Universidade dos Açores, campus do Pico da Urze.

O curso insere-se no âmbito da Aprendizagem ao longo da vida e terá como formadora a Prof. Grinoalda Ávila. As sessões serão em todas as quintas-feiras de Fevereiro, entre as 17 e as 18:30 .

Preço: 5 euros

INSCRIÇÕES :Fátima Azevedo 
Telefone: 295 402 200
E.mail: mfazevedo@uac.pt

Concurso “Mais Europa, Mais TU” - REMINDER


Programa “A Europa num Minuto”
Emitido a 31/01/2014, 12h10
RDP-Antena 1 Açores 


Recordamos que estão abertas as candidaturas para o Concurso “Mais Europa, Mais TU”, dirigido aos jovens membros dos Clubes Europeus das Escolas dos Açores a partir dos 14 anos. Os objetivos são: promover mais e melhor informação sobre a UE e sobre as vantagens da adesão de Portugal, por forma a motivar os cidadãos a votar para o Parlamento Europeu no dia 25 de maio.

O desafio consiste na criação de uma campanha de informação e sensibilização dos cidadãos.


Serão atribuídos 11 prémios, dois para S.Miguel e Terceira e um por cada um dos Clubes Europeus das restantes ilhas, que consistem em duas viagens e alojamento em Bruxelas para visita ao Parlamento Europeu, por Clube Europeu, de 6 a 8 de março, uma para o aluno-representante do Clube Europeu vencedor e a outra para o professor responsável.


As candidaturas estão abertas até ao dia 10 de fevereiro e devem ser enviadas por email para: assistentelocal@gmail.com.

Centro de Informação Europe Direct - Açores
Observatório do Ambiente dos Açores
Estrada Gaspar Corte-Real

9700-030 Angra do Heroísmo
Telf. /Fax. 295 214 005 
Email: europedirect@uac.pt

2014/01/30

Inquéritos “Casa europeia para a sociedade civil" – Novo prazo


Programa “A Europa num Minuto”
Emitido a 30/01/2014, 12h10
RDP-Antena 1 Açores 


A Direção Geral da Comunicação da Comissão Europeia está a promover um estudo sobre a criação de uma "Casa europeia para a sociedade civil".

Nesse sentido, a Comissão Europeia lançou dois inquéritos para avaliar o que pensam os cidadãos e a sociedade civil sobre as iniciativas atuais e o que pretendem relativamente a esta questão no futuro.

Os inquéritos são constituídos, na sua maior parte, por perguntas de resposta múltipla e não devem levar mais do que 5 a 10 minutos a preencher.

Poderá participar até amanhã, 31 de janeiro.

Todas as respostas permanecerão estritamente confidenciais.

Mais informações na página de Internet do Europe Direct Açores em: www.europedirect.uac.pt. Siga-nos também nas redes sociais, através do Facebook e do Canal no Youtube.

Centro de Informação Europe Direct - Açores
Observatório do Ambiente dos Açores
Estrada Gaspar Corte-Real

9700-030 Angra do Heroísmo
Telf. /Fax. 295 214 005 
Email: europedirect@uac.pt

III OCEANUS - o balanço!

"Passada esta terceira edição do encontro regional de tunas OCEANUS, a NEPTUNA (Nobre Enfermagem Poderosa Tuna Universitária Nos Açores) faz um balanço bastante positivo. Este ano como não poderia deixar de ser a nossa tuna trouxe mais uma vez o que de melhor se produz a nível musical na nossa Ilha Terceira. Desta feita, foi a vez da atuação dos Myrica Faya que encheram de alegria, disposição e boa música o Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo.
Nesta edição contámos com as tunas já bem conhecidas da nossa universidade e Ilha, como sejam: a TASMUA (Tuna Sons do Mar); Musa e Tuna (Tuna Académica Feminina da Universidade dos Açores - Polo de Angra); RexA (Real Extudantina dos Açores) e TAESEAH (Tuna Académica da Escola Superior de Enfermagem de Angra do Heroísmo). Todas elas proporcionaram momentos de grande animação através das suas músicas, estandartes e pandeiretas. Foram sem dúvidas duas noites memoráveis!

Apesar dos esforços realizados pela tuna organizadora a NEPTUNA, torna-se imperativo a ajuda de terceiros através de patrocinios para a concretização destes eventos já que são necessários imensos recursos para que possamos trazer todos os anos algo de novo e melhor. Contudo o saldo foi bastante positivo e ainda nos permitiu ajudar a Fundação Make-A-Wish Portugal à qual nos associamos este ano na sua iniciativa de realizar sonhos a crianças em fim de vida.


Assim resta-nos agradecer a todo o público presente, a todos os colaboradores e fãs da NEPTUNA. Prometemo pois mais e melhor no próximo ano como não poderia deixar de ser.

NEPTUNA, É ASSIM MESMO!"

2014/01/29

Um ano de actividade!


O 1º Aniversário do "Há vida no Campus!" em entrevista no Diário Insular

 

Estágios Comissão Europeia


Programa “A Europa num Minuto”
Emitido a 29/01/2014, 12h10
RDP-Antena 1 Açores 


Estão abertas as candidaturas a estágios na Comissão Europeia, a terem início em outubro do corrente ano.

O programa de estágios está aberto a jovens graduados de todo o mundo que tenham um diploma de estudos de pelo menos três anos; muito bons conhecimentos de Inglês, Francês ou Alemão e muito bons conhecimentos de uma segunda língua oficial da União Europeia.


As candidaturas podem ser enviadas até 3 de fevereiro. 


Para mais informações sobre as condições dos estágios e para submissão de candidaturas, aceda ao sítio Web: http://ec.europa.eu/stages


Mantenha-se informado sobre a síntese noticiosa europeia em: www.europedirect.uac.pt e siga-nos na nossa página do Facebook, bem como no Canal Europe Direct Açores no Yoube.

Centro de Informação Europe Direct - Açores
Observatório do Ambiente dos Açores
Estrada Gaspar Corte-Real

9700-030 Angra do Heroísmo
Telf. /Fax. 295 214 005 
Email: europedirect@uac.pt

2014/01/28

Mais EURES


Programa “A Europa num Minuto”
Emitido a 28/01/2014, 12h10
RDP-Antena 1 Açores 


A Comissão Europeia propôs um reforço da rede pan-europeia de procura de emprego EURES com os seguintes objetivos: proporcionar mais oportunidades de emprego; aumentar as probabilidades de preenchimento de postos de trabalho; ajudar os empregadores, nomeadamente pequenas e médias empresas, a preencher as ofertas de emprego mais rapidamente e melhor.

Uma vez adotada pelo Conselho de Ministros da UE e pelo Parlamento Europeu, a proposta ajudará os cidadãos a fazer a escolha mais informada possível no que se refere à mobilidade para o estrangeiro por motivos de trabalho.

Para mais informações consulte o sítio Web da rede EURES em: https://ec.europa.eu/eures

Centro de Informação Europe Direct - Açores
Observatório do Ambiente dos Açores
Estrada Gaspar Corte-Real

9700-030 Angra do Heroísmo
Telf. /Fax. 295 214 005 
Email: europedirect@uac.pt

Universidade dos Açores com três candidatos a reitor (notícia Diário Insular)

2014/01/28

"Terminou ontem o prazo de entrega de candidaturas à reitoria da Universidade dos Açores (UAc). Alfredo Borba, João Luís Gaspar e Tomaz Dentinho são os três candidatos a líderes da academia açoriana.

O primeiro a apresentar um projeto para a instituição foi Tomaz Dentinho, professor de Economia. No documento, defende que, para ser sustentável, a UAc tem de aumentar o número de alunos e, nesse sentido, alargar o leque de cursos que oferece, adaptando-os à procura.

O docente, que confirmava a sua candidatura caso não aparecesse um candidato com uma visão ou um projeto semelhante, lamentou o decréscimo de importância do campus de Angra do Heroísmo e defende também que o número de funcionários da academia açoriana pode aumentar ao invés de diminuir.

João Luís Gaspar, que integra o conselho geral da UAc, já tinha, entretanto, confirmado o seu nome na corrida à reitoria sem, no entanto, deslindar mais pormenores sobre o seu projeto. O candidato já remeteu declarações sobre esta questão para depois da publicação dos editais com os nomes que concorrentes.

Ainda assim, e de acordo com o jornal Correio dos Açores, o investigador do Centro de Vulcanologia e Avaliação de Riscos Geológicos da UAc difundiu, em dezembro, dentro da academia açoriana, uma mensagem em que dizia que, apesar do momento difícil que se vive no seio da universidade, há condições para construir "um projeto abrangente e mobilizador que permita à nossa instituição atingir níveis de qualidade e competitividade compatíveis com o potencial que sabemos ter".

O último a juntar o seu nome à lista de candidatos foi Alfredo Borba, diretor de Departamento de Ciências Agrárias. Em declarações a DI, o professor sublinhou que o seu projeto para a instituição "assenta em princípios de sustentabilidade e equilíbrio económico e financeiro e qualidade no ensino e na investigação". Alfredo Borba, recorde-se, é o único professor catedrático a concorrer à reitoria.

O processo de eleição do novo reitor da UAc - que se desencadeou com a saída de Jorge Medeiros em dezembro - prossegue nos próximos dias. Segundo o calendário eleitoral, publicado na página da universidade, a reunião da comissão eleitoral, que analisa os processos de candidatura - enviados em versão impressa e digital -, decorre hoje. A apreciação da documentação termina amanhã.
De 30 a quatro de fevereiro acontece um período de recurso, sendo que a audição dos candidatos está marcada para 11 e 12.

Os conselheiros da academia açoriana escolhem o novo reitor por voto secreto no dia 13. A tomada de posse está prevista para o dia 28 do próximo mês."

2014/01/27

Novo prazo para apresentação de projetos ao Prémio Carlos Magno para a Juventude


Programa “A Europa num Minuto”
Emitido a 27/01/2014, 12h10
RDP-Antena 1 Açores 


Foi prorrogado até 10 de fevereiro o prazo para apresentação de projetos ao Prémio Europeu Carlos Magno para a Juventude.

O objetivo deste prémio anual atribuído pelo Parlamento Europeu e pela Fundação do Prémio Internacional Carlos Magno, é incentivar a consciência europeia entre os jovens e a participação em projetos de integração europeia. 


Podem candidatar-se jovens entre os 16 e os 30 anos dos 28 Estados-Membros da UE, a título individual o em grupo. Os projetos de grupo ou multinacionais só podem ser apresentados num país.


Os projetos apresentados a concurso devem já ter começado e devem: ter terminado no ano que antecede o prazo para a entrega de candidaturas ou estar ainda em curso.


As candidaturas podem ser submetidas em todas as 24 línguas oficiais da União Europeia.
.

Centro de Informação Europe Direct - Açores
Observatório do Ambiente dos Açores
Estrada Gaspar Corte-Real

9700-030 Angra do Heroísmo
Telf. /Fax. 295 214 005 
Email: europedirect@uac.pt

2014/01/26

Página Europe Direct Açores - Edição de 25/01/2014 - Diário Insular

Disponível neste link

Bruno Pimentel, presidente da NEPTUNA, em entrevista ao Diário Insular


In Diário Insular, 25/01/2014



A terceira edição do encontro de tunas Oceanus, promovido pela NEPTUNA, da Escola Superior de Enfermagem, decorre até hoje em Angra do Heroísmo. O que se pode esperar?

Nesta terceira edição do OCEANUS, a NEPTUNA preparou ontem para o povo terceirense uma noite de serenatas na Igreja Guia do Museu de Angra do Heroísmo. Hoje, pelas 21h, no Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo irão realizar-se as atuações das tunas convidadas Musa e Tuna; TASMUA; RExA e TAESEAH. Iremos contar, igualmente, com o grupo musical Myrica Faya. Contámos já em edições passadas com a participação de diversos artistas terceirenses, tais como: Ti-Notas; Fado Madrinho e a Orquestra de Sopros da Ilha Terceira. Garantimos assim nesta edição boa música e animação durante todo o fim-de-semana. Gostariamos de informar também que por cada bilhete que comprar estará a reverter parte do mesmo para a fundação Make-A-Wish Portugal.

Que importância tem este contacto entre tunas?

O contacto entre as tunas é de extrema importância, pois permite o convívio e garante uma oportunidade de partilha da cultura musical entre elas. É também um momento em que as nossas tunas podem demonstrar as suas qualidades a todo o povo terceirense.

Os apoios disponíveis são suficientes para manter um evento destes em andamento?

Embora sejam cada vez mais escassos os apoios para a realização destes eventos, com muito custo e esforço, a NEPTUNA tenta sempre trazer o que de melhor se produz a nível musical aqui na ilha Terceira. Devido à situação económica que se faz viver, nem todas as entidades se encontram nas melhores condições para nos ajudarem. Mas, ainda assim, conseguimos até agora trazer este espectáculo à rua. Esperamos que assim continue, mas como é óbvio muitas das despesas com o evento são acarretadas pela própria tuna. Toda a ajuda é sempre bem vinda, pois como se costuma dizer "sem ovos não se fazem omeletes".

Qual é a importância do espirito académico, sobretudo nesta altura de crise no seio da universidade?

Penso que em momentos de crise, quer financeira, quer mesmo às vezes humanista que se faz viver em todo o mundo, e os Açores não são excepção, é importante existirem estes momentos de descontração para que não vivamos sempre de forma negativista, mas sim tentar a aproveitar a alegria que as tunas e o espirito académico pode proporcionar ao público.

Numa altura em que o espirito académico e mais particularmente as praxes estão debaixo de fogo, devido ao incidente no Meco, como veem esta matéria?

No meu entender existem uma diferença entre as Praxes e as Tunas. As praxes são por norma uma forma de integração dos novos estudantes das diversas universidades do país. As tunas são um grupo musical formado a partir dos estudantes que desejam viver mais intensamente a sua passagem pela universidade. Embora nas praxes, possam por vezes ocorrer acções desagradáveis, nas tunas o que se pretende é exactamente o oposto - é que haja alegria acima de tudo. É de realçar que o verdadeiro espírito das praxes e das tunas não é de tragédia como o caso do Meco. Por isso mesmo, devem e existem limites para tudo. Cada qual tem que ser responsável pelos seus atos. Mas penso que a meu ver as pessoas estão cientes disso e sabem que o espirito académico, as praxes ou as tunas significam muito para além disto - significam viver o mundo universitário de uma forma mais alegre e descontraída.

2014/01/25

Grupo da Biodiversidade dos Açores (CITA-A) - 2013 Annual Report and 2008-2013 Achievements




No final de 2013 o Grupo da Biodiversidade dos Açores (CITA-A) foi convidada para fazer parte de um outro centro FCT, o CENTRE FOR ECOLOGY, EVOLUTION AND ENVIRONMENTAL CHANGE (Ce3C),, com sede em Lisboa. O principal objetivo do CE3C é a realização de investigação que aborde os desafios societais em ecologia, evolução e o ambiente, para o período 2015-2020 que cobre o horizonte da UE para 2020. Os nossos 19 membros integrados com doutoramento, a que se adicionam os alunos de doutoramento e colaboradores fazem agora parte de um grande centro de investigação, com sede em Lisboa, com 101 membros integrados, em que as questões de investigação serão abordados tem em consideração as escalas continentais e insulares.

As principais realizações do Grupo da Biodiversidade dos Açores em 2013 incluiram 43 publicações, 24 das quais sendo em revistas internacionais indexadas com Fator de Impacto (56%). O Fator de Impacto média em 2013 foi de 3.0, sendo que 38% dos artigos cientificos foram publicados em revistas com elevado Factor de Impacto (IF> 3,0) na área de Ciências Ambientais – Ecologia.


 Se considerarmos o período 2008 e 2013, um total de 356 publicações foram realizadas, sendo que 130 destas correspondem a artigos em revistas internacionais indexadas com Fator de Impacto. Particularmente relevante é o facto de 35% dos artigos cientificos foram publicados em revistas com elevado Factor de Impacto (IF> 3,0) na área de Ciências Ambientais – Ecologia. No período 2008-2013, outras realizações principais incluiram a publicação de sete livros de autoria e nove livros editados, 67 capítulos de livros, 46 artigos de divulgação, 39 artigos em revistas sem factor de impacto, 20 trabalhos em anais de simpósios, sete publicações on-line e 31 outro tipo de publicações.

Numa colaboração sem precedentes de mais de 200 taxonomistas e outros cientistas, o  Grupo da Biodiversidade dos Açores coordenou entre 2007 e 2010 a elaboração de duas listagens abrangentes da biodiversidade dos Açores (Borges et al., 2010.) e dos aquipélagos da Madeira - Selvagens (Borges et al., 2008). Estes projectos foram fundamentais para se conhecer o número total de espécies descritas na Macaronésia. Desta forma, o  Grupo da Biodiversidade dos Açores contribuiu para resolver em parte o déficit 'Lineu', ou seja, o desconhecimento sobre a diversidade de espécies, e o déficit 'Wallacean ", ou seja, o conhecimento incompleto das distribuições das espécies. Estas listagens são hoje fundamentais para testar novas teorias biogeográficas e sobre a diversidade em ilhas.


Um indicador interessante sobre a produção científica do Grupo da Biodiversidade dos Açores tem a ver com a proporção relativa de sua produção em relação à de outros grupos de investigação baseados nos Açores. Em 2011 e 2012 o Grupo da Biodiversidade dos Açores publicamos respectivamente 21% e 17% da produção científica dos Açores. Esta é uma produção notável, uma vez os investigadores do Grupo da Biodiversidade dos Açores correspondem apenas a cerca de 10% dos investigadores que publicaram nesses anos.

De realçar que o Grupo da Biodiversidade dos Açores tem estado a contribuir para criar bases de dados únicas sobre a distribuição e abundância das espécies em ilhas. Com este tipo de dados, o arquipélago dos Açores pode ser usado para testar padrões e processos biogeográficos e ecológicos fundamentais: i) teoria neutral vs. teoria do nicho ecológico; ii) estudos sobre a distribuição de freqências da abundância de espécies (SADs); iii) influência da escala em processos ecológicos; iv) a papel dos processos locais e regionais na riqueza local de espécies; v) o impacto do uso do solo e das alterações climáticas sobre as diversidades filogenéticas, taxonômicas e funcionais; vi) o impacto da fragmentação das florestas sobre a extinção de espécies; etc.


Os ecossistemas insulares são reconhecidamente menos resistente aos impactos da atividade humana ou qualquer outro fator de desregulação natural (por exemplo, espécies invasoras). Os resultados de nossa investigação foram fundamentais para o desenvolvimento de programas e medidas de prevenção / mitigação para minimizar os impactos de factores de risco ambientais (tanto de origem antrópica ou natural). A nossa experiência na avaliação de risco ambiental, controle de pragas (é.g térmitas), ciência da comunicação ambiental e de divulgação, permetiu uma perspectiva integrada de apoio à tomada de decisão ambiental e apoio a políticas de desenvolvimento sustentável.

·         Azorean Biodiversity Group Page (http://www.gba.uac.pt/)
·         Azorean Biodiversity Portal (http://www.azoresbioportal.angra.uac.pt/)
·         Azorean Biodiversity Gallery (http://galeria.azoresbioportal.angra.uac.pt/)
·         ATLANTIS database (http://www.atlantis.angra.uac.pt/) 
·         Azorean Spiders: (http://www.jorgenlissner.dk/azoreanspiders.aspx)  

·        Termites from the Azores (http://sostermitas.angra.uac.pt)
E.D.E.N – Azores Habitats (http://www.eden-azores.com/)



2014/01/24

Plano de ação para apoiar desenvolvimento da energia azul


Programa “A Europa num Minuto”
Emitido a 24/01/2014, 12h10
RDP-Antena 1 Açores 


A Comissão Europeia apresentou um novo plano de ação para promover o desenvolvimento do setor da energia oceânica renovável na Europa. 

O plano prevê a criação de um fórum da energia oceânica, que reunirá as partes interessadas a fim de reforçar as capacidades e promover a cooperação.


O objetivo é contribuir para dinamizar o setor emergente da «energia azul» na via de uma plena industrialização.


A energia oceânica abrange todas as tecnologias de recolha das energias renováveis dos mares e oceanos, com exceção da energia eólica marinha. A sua exploração deverá contribuir para a descarbonização da economia da União e o fornecimento à Europa de energia renovável segura e fiável.
.

Centro de Informação Europe Direct - Açores
Observatório do Ambiente dos Açores
Estrada Gaspar Corte-Real

9700-030 Angra do Heroísmo
Telf. /Fax. 295 214 005 
Email: europedirect@uac.pt